07/11/2018 12h36

Câmara "derruba" requerimento que pediria esclarecimentos ao prefeito Paulo Tucura

 

O vereador Boca de Lata (PR) classificou as declarações do secretário Aníbal como "fato isolado"


Kleber Souza

Nayara entende que o cargo de secretário municipal é de extrema importância para nossa cidade.

Um requerimento que convocaria o prefeito Paulo Tucura (MDB) a comparecer na Câmara para dar esclarecimentos sobre áudio e vídeo em que o secretário de Administração, Aníbal Júnior, ofende cidadãos e despreza vereadores, foi retirado da pauta, momentos antes da sessão ordinária desta terça-feira, dia 6.

A manobra deixou a vereadora Nayara Pereira (PSB) visivelmente nervosa e os ânimos se exaltaram. "Eu quero que vocês tenham conhecimento através da minha leitura, do requerimento que eu havia entrado, mas que foi retirado de pauta", disse.

A vereadora leu na tribuna a justificativa do requerimento. "Conforme dispõe, o artigo 60 da Lei Orgânica Municipal, os secretários municipais auxiliam o prefeito no exercício do poder executivo".

Nayara entende que o cargo de secretário municipal é de extrema importância para nossa cidade. "É lamentável que por algumas vezes, ofendeu cidadãos com insultos e xingamentos. Utiliza-se de adjetivos negativos para ferir, afetando dignidade ou autoestima. Aliás, isso é crime de injúria, punido através de um processo criminal".

Nayara afirmou que é de conhecimento de todos, os dois áudios que circularam nas mídias sociais. A vereadora afirmou também que os tais áudios serão disponibilizados no site oficial da Câmara de Ribas. "Para toda população".

O secretário Aníbal Júnior (Assessoria)O secretário Aníbal Júnior (Assessoria)

Nayara afirmou que é de conhecimento de todos, os dois áudios que circularam nas mídias sociais. A vereadora afirmou também que os tais áudios serão disponibilizados no site oficial da Câmara de Ribas. "Para toda população".

Para a vereadora, os xingamentos do secretário Aníbal causaram indignação por parte da população. "O ato de Aníbal é incompatível com o cargo de secretário. Devendo portanto o senhor prefeito ser convocado a comparecer nesta augusta casa de leis, para explicar quais providências foram tomadas em relação a este servidor".

Na avaliação da vereadora, os palavrões proferidos pelo secretário Aníbal a cidadãos riopardenses, estão relacionadas com suas atividades. "É, portanto, é pertinente o requerimento", disse.

vereador Boca de Lata (PR)vereador Boca de Lata (PR)

EM DEFESA

O vereador Boca de Lata (PR), presidiu interinamente a sessão desta terça (6) e classificou as declarações do secretário Aníbal como "fato isolado" e assumiu ter retirado de pauta o documento apresentado pelas vereadoras Nayara Pereira e Lucy Duarte (PATRIOTAS).

"Um fato onde o servidor público estava fora do horário dele de serviço. Aonde é briga de egos, briga de poderes, disputa política que nada vai acrescentar a nossa população. Então por isso uma análise melhor por nosso Jurídico".

Boca de Lata entende que a Câmara tem coisas mais importantes para fazer e tratar. "Enquanto eu estiver como vereador, ou como presidente interino, essas coisas eu particularmente não aceito".

ANTES DA SESSÃO

Ainda na tribuna, a vereadora Nayara disse que não entendeu a retirada de pauta. "Fui chamada para uma reunião antes de iniciar a nossa principal reunião aqui no plenário. Pra discutir a retirada. Pra mim não tem discussão, eu acho que tem que ser feito".

 

Rio Pardo News/Kleber Souza

Envie seu Comentário