05/02/2019 14h30

Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prende três indivíduos por patrocinarem "PROIBIDÃO"

 

Nesse "PROIBIDÃO", ou "SOCIAL" (expressão moderna), os autores, maiores de idade, forneceram bebidas alcoólicas e narguilés a adolescentes, mesmo sendo tais condutas proibidas por lei.


Divulgação PC/MS

Os três autores ratearam as bebidas alcoólicas e convidaram vários adolescentes para participação no eventoOs três autores ratearam as bebidas alcoólicas e convidaram vários adolescentes para participação no evento

Na manhã desta terça-feira (05), o S.I.G. (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu três pessoas por patrocinarem de um "PROIBIDÃO" em uma fazenda da Cidade, são eles: J.J.G (28), G. C.N (21) e M.E.V (28).

Nesta festa, os três autores ratearam as bebidas alcoólicas e convidaram vários adolescentes para participação no evento. Nesse "PROIBIDÃO", ou "SOCIAL" (expressão moderna), os autores, maiores de idade, forneceram bebidas alcoólicas e narguilés a adolescentes, mesmo sendo tais condutas proibidas por lei.

Se não bastasse, um dos autores teria tentado levar para o quarto, à força, uma adolescente de apenas de 13 (treze) anos de idade, para fins de praticar com ela ato sexual, sendo impedido por outros convidados. Além disso, J.J.G teria agredido fisicamente um adolescente de 17 (dezessete) anos de idade, dando socos em seu rosto.

 
Foto: Divulgação PC/MS Arma de fogo, do tipo espingarda...

Por derradeiro, J.J.G teria pegado uma arma de fogo, do tipo espingarda, e a apontado para um adolescente, em que pese não ter registro ou porte desse armamento. Após, tais fatos, a polícia civil foi acionada e, em diligências, conseguiu prender os três patrocinadores da festa intitulada por "proibidão" ou "social".

Os autores foram conduzidos para a Delegacia de Polícia para a tomada das providências legais.

Ao final de todo o procedimento, o Delegado de Polícia Titular, Dr. Bruno Santacatharina, indiciou J.J.G pelos crimes de fornecimento de bebidas alcoólicas a menores, tentativa de estupro de vulnerável, lesão corporal dolosa de natureza leve e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Por fim, os demais autores, foram indiciados apenas por fornecimento de bebidas alcoólicas a menores.

Envie seu Comentário