25/04/2019 18h48

Polícia Civil prende mais dois indivíduos em Ribas do Rio Pardo

 

A Polícia Civil entrou em contato com o Fórum de Bauru, obteve o mandado de prisão de lá e, assim, prendeu Paulo R., conduzindo-o à Delegacia o outro caso conforme as vítimas, Claudionor teria praticado estupro de vulnerável contra sua enteada em 2016, que à época contava com 12 anos de idade


Divulgação PCMS

Nesta quinta-feira, 25/04/2019 prendeu mais dois indivíduos, PAULO R.S.S. (37) e CLAUDIONOR C. (44).Nesta quinta-feira, 25/04/2019 prendeu mais dois indivíduos, PAULO R.S.S. (37) e CLAUDIONOR C. (44).

O primeiro sujeito, Paulo R., havia sido preso em flagrante há dois dias pelos crimes de ameaça e injúria contra sua esposa, em contexto de violência doméstica. Contudo, a Justiça lhe concedeu o direito de responder ao processo em liberdade.

Ocorre que, em pesquisa, a Polícia Civil conseguiu descobrir que Paulo R. estava foragido de São Paulo e lá respondia pelo crime de roubo. A Polícia Civil entrou em contato com o Fórum de Bauru, obteve o mandado de prisão de lá e, assim, prendeu Paulo R., conduzindo-o à Delegacia.

O segundo sujeito preso, Claudionor C., teria ameaçado de morte duas vítimas: ex-companheira e ex-enteada.

Segundo consta, as vítimas compareceram na Delegacia, informando que estavam sendo ameaçadas de morte pelo autor. Conforme as vítimas, Claudionor teria praticado estupro de vulnerável contra sua enteada em 2016, que à época contava com 12 anos de idade. Inclusive, foi registrado o Boletim de ocorrência por esse fato.

Ocorre que, ontem e hoje, 24 e 25 de abril de 2019, Claudionor teria ameaçado de morte as vítimas, dizendo que se ambas não retirassem a denúncia do estupro de vulnerável, ele iria matá-las.

Assim que fora constatada essa informação, e verificando que as ameaças tinham acabado de acontecer, os policiais civis realizaram imediatamente diligências e lograram êxito na captura do autor em um assentamento próximo ao Balneário Mantena.

Claudionor foi conduzido à Delegacia de Polícia para a tomada das providências legais, sendo indiciado por dois crimes de ameaça, em contexto de violência doméstica.

 

Divulgação PCMS

Envie seu Comentário