30/10/2018 17h21

Ex-prefeito e vereadora pagam fiança e são liberados da delegacia de Ribas do Rio Pardo

 

O ex-prefeito José Domingues Ramos (Zé cabelo) e a vereadora Sônia Passos realizaram o pagamento de 66 mil reais e foram liberados da delegacia de Ribas do Rio Pardo nesta Terça - feira (30).


Divulgação/RioPardoNews

Legenda

Após serem presos no último domingo (dia da eleição 28), o ex-prefeito José Domingues Ramos (Zé cabelo) e a vereadora Sônia Passos realizaram o pagamento de 66 mil reais e foram liberados da delegacia de Ribas do Rio Pardo nesta Terça - feira (30).

O Juiz eleitoral da comarca de Ribas do Rio Pardo, Idail De Toni Filho, teria decidido que a fiança a ser pago pelo ex-prefeito do município, José Domingues Ramos, o Ze Cabelo, é de R$ 38 mil reais por transportar ilegalmente eleitores no dia da eleição.

Já no caso da vereadora Sônia Passos, a irregularidade se deu por conta de áudios gravado por ela pedindo que fosse feito o transporte "Pessoal, Zé, dá Célia, dá uma cutuca no nosso pessoal pra buscar gente tá. Muito pouca gente votando, tem que correr atrás", disse a vereadora do PSDB.

O outro áudio, este de 23 segundos, a vereadora pede para todos tirarem ‘o pé do chão’. "Gente, vocês que tão aí e são do nosso partido, pega o carro de vocês também e dá uma contribuição, porque eles estão rodando aqui direto. Eles estão carregando eleitor pra cima e pra baixo. Vocês que ajudar também neh, pelo amor de Deus. Ganhar todo mundo quer, mas tem que contribuir, pelo amor de Deus, vamos tirar o pé do chão!".

**O que diz a lei **

    • LEI No 6.091, DE 15 DE AGOSTO DE 1974: Dispõe sobre o fornecimento gratuito de transporte, em dias de eleição, a eleitores residentes nas zonas rurais, e dá outras providências

Art. 10. É vedado aos candidatos ou órgãos partidários, ou a qualquer pessoa, o fornecimento de transporte ou refeições aos eleitores da zona urbana.

Art. 11. Constitui crime eleitoral III - descumprir a proibição dos artigos 5º, 8º e 10º; Pena - reclusão de quatro a seis anos e pagamento de 200 a 300 dias-multa (art. 302 do Código Eleitoral);

 

Koy Neves - Redação 90FM

Envie seu Comentário