25/02/2019 15h00

Presidente da Famasul destaca potencial de MS na geração de lideranças durante posse da Nova Diretoria do Sindicado Rural de Ribas do Rio Pardo

 

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito, destacou durante a posse da nova diretoria do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo o potencial do Estado na geração de lideranças.


Élvio Góes/Rádio 90FM

 Autoridades e diretoria durante cerimonia de posse no Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo, nessa sexta-feira (22). Autoridades e diretoria durante cerimonia de posse no Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo, nessa sexta-feira (22).

Citando inicialmente a Ministra Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias e os presidentes de sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito, destacou durante a posse da nova diretoria do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo o potencial do Estado na geração de lideranças.

"Hoje com a presença da ministra Tereza Cristina na 14ª edição da Dipanec percebemos que Mato Grosso do Sul tem uma capacidade ímpar de desenvolver líderes, que ficam à disposição do nosso país. A ministra é um grande exemplo, que está hoje em Brasília nos defendendo", sinalizou o presidente a todos que participavam da posse em Ribas do Rio Pardo, nessa sexta-feira (22).

Sobre o ex-presidente, Robson Velos Ribeiro, Saito destacou: "Robson demonstrou através de ações um ótimo trabalho e é exemplo de liderança local".

O presidente da Federação destacou o potencial do município. "Mais que extensão territorial, Ribas tem o privilégio de contar com produtores empreendedores, característica esta que garante o aproveitamento do grande potencial produtivo do município. Temos, aqui, hoje o segundo maior rebanho de Mato Grosso do Sul e isso, por si só, faz com que seja relevante perante o nosso estado e o nosso país", pontua ao lembrar das potencialidades também na produção de grãos e floresta.

O ex-presidente e atual diretor tesoureiro do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo, Robson Velos Ribeiro, estimulou crescimento significativo nas ações em prol dos associados. "Foram mais de 2 mil pessoas capacitadas na minha gestão, o equivalente a 10% da população. Impulsionamos o crescimento patrimonial, ampliação da sede em mais de 500 metros quadrados e a adquirimos uma chácara onde futuramente queremos implantar um tatersal de leilões", aponta ao lembrar que o primeiro curso realizado pelo Senar/MS ocorreu em Ribas do Rio Pardo.

O prefeito de Ribas, Paulo Cesar Lima Silveira, destacou seu apoio à agropecuária local. "Acredito no potencial do setor. Minha perspectiva é que Ribas, em 2019 ou 2020, tenha a maior área florestal do Estado. Assim como nos tornamos o município com o maior número de bovinos do Mato Grosso do Sul", ressalta ao confirmar que busca uma planta frigorífica para Ribas do Rio Pardo.

O presidente empossado no Sindicato Rural, Hudson Amorim de Oliveira, disponibilizou o espaço do sindicato a todos produtores rurais. "Há seis anos comecei a trajetória no sistema sindical como tesoureiro do nosso ex-presidente, Robson Velos Ribeiro. Quero deixar as portas abertas a todos associados, colocando-nos à disposição".

Saito finalizou a cerimônia desejando progresso ao novo presidente. "Ao Hudson desejo sucesso no seu mandato e me coloco à disposição, juntamente com o diretor tesoureiro da Famasul, Marcelo Bertonni, e nosso superintendente do Senar, Lucas Galvan, para que possamos desenvolver cada vez mais, com sustentabilidade, esse município que tem um potencial ímpar", finaliza o presidente do Sistema Famasul.

Durante a cerimônia compuseram a mesa de autoridades o diretor secretário do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo e Patrão do Clube de Laço Agro Rio, Vanildo Souza de Oliveira e o vice presidente do Sindicato e vereador do município, Luís Antônio Fernandes Ribeiro.

Divulgação FamasulDivulgação Famasul
 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Envie seu Comentário