21/09/2018 15h25

Mato Grosso do Sul tem a 2ª maior área plantada com eucalipto do país, diz IBGE

 

No Estado, Três Lagoas é o primeiro no ranking, com 245 mil hectares, seguido por Ribas do Rio Pardo em segundo com 210 mil hectares. Água Clara aparece em quarto com 126 mil hectares...


Divulgação

MS tem aproximadamente 886 mil hectares cultivados com eucalipto, matéria-prima do setor de celuloseMS tem aproximadamente 886 mil hectares cultivados com eucalipto, matéria-prima do setor de celulose

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados ontem (20), confirmam Três Lagoas como a Capital da Celulose e Mato Grosso do Sul como o segundo do país com a maior área plantada com eucalipto em 2017. Os números estão disponíveis na PEVS (Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura). Mato Grosso do Sul atingiu 1.117 milhão de hectares plantados com eucalipto em 2017, com crescimento de 12,5% em relação a 2016 e chegando a representar 15% do total do país. O Estado perde apenas para Minas Gerais com 1.914 milhão de hectares. São Paulo aparece em terceiro com 884 mil hectares cultivados, conforme os dados do IBGE.

No Estado, a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) tem atuado para expandir o setor, atrair novos investimentos e agregar valor à produção estadual. "Toda a área plantada com eucalipto é monitorada via satélite, portanto o Estado sabe onde está toda a produção. Não é sonho chegar aos 2 milhões de hectares. Temos extensão territorial, terras produtivas, setor de seringa em crescimento e a organização do sistema é o que leva a competitividade do setor", explica o secretário Jaime Verruck.

Entre os dez municípios brasileiros com maior área plantada com eucalipto, cinco são do Mato Grosso do Sul. Três Lagoas é o primeiro no ranking, com 245 mil hectares, seguido por Ribas do Rio Pardo em segundo com 210 mil hectares. Água Clara aparece em quarto com 126 mil hectares, Brasilândia em quinto com 120 mil hectares e Selvíria em sétimo com 110 mil hectares. A área ocupada pelas florestas em Três Lagoas apresenta crescimento de 6,5$ em relação a 2016 e corresponde a 2,5% da participação nacional. Já Ribas do Rio Pardo registra aumento de 2,9% comparado ao ano passado.

Considerando o valor de produção da silvicultura, Três Lagoas se destaca como o primeiro do ranking entre os municípios do país, com R$ 378 milhões em 2017 e crescimento de mais de 100% em relação a 2016. Enquanto que entre os Estados, Paraná é o que apresenta maior valor de produção, com R$ 3,7 bilhões.

 

A Critica com informações da assessoria

Envie seu Comentário